[1]
V. Y. Bernardo, “Liberalismo, segundo a Tradição Clássica”, MisesJournal, vol. 1, no. 2, pp. 636-637, Dec. 2013.